11/09/2019 às 11h14min - Atualizada em 11/09/2019 às 11h14min

México pede aos EUA que contenham tráfico de armas na fronteira

Chanceler mexicano tenta abordar tema em encontro com vice-presidente dos EUA, que continua focado em ações para barrar imigrantes

EL Paris
O México quer deixar de falar de imigrantes para discutir armas com os Estados Unidos. Com um sentimento de obrigação cumprida depois de reduzir em 56% o fluxo migratório para o vizinho do norte, uma delegação do Governo mexicano chegou a Washington nesta terça-feira para se reunir com o vice-presidente Mike Pence. A intenção do grupo, encabeçado pelo chanceler Marcelo Ebrard, era mudar de assunto depois da crise desatada em maio pelo êxodo centro-americano. Agora, os mexicanos escolheram pôr sobre a mesa outro assunto espinhoso na relação bilateral: as 567 armas que ingressam diariamente no México de forma ilegal —22 por hora, segundo o Governo mexicano— e que contribuem para intensificar a violência no país.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »