26/09/2019 às 11h56min - Atualizada em 26/09/2019 às 11h56min

Três suspeitos de agredir vigilante de empresa durante roubo de drone são presos

Justiça decretou a prisão temporária de cinco suspeitos; dois estão foragidos. Grupo foi descoberto depois que receptador foi detido e os denunciou. Homem vendia produto do roubo na internet com preço fora do de mercado.

G1
Três suspeitos de roubar uma empresa e agredir um vigilante de 59 anos em Salto de Pirapora (SP) foram presos entre a noite de quarta (25) e a manhã desta quinta-feira (26). Um quarto homem também foi detido por suspeita de receptação.

Segundo a polícia, cinco pessoas tiveram a prisão temporária decretada por agredir um vigilante dentro de uma empresa em Salto de Pirapora durante o roubo de um drone e um smarthphone. Duas pessoas estão foragidas. O vigilante foi hospitalizado em estado grave após o crime na madrugada de 19 de setembro.

A polícia chegou até o grupo depois de identificar e deter o comprador dos produtos roubados. Segundo a polícia, o homem vendia o drone na internet com preço fora do de mercado. Após a prisão, o suspeito denunciou o grupo que invadiu a empresa para roubar e agrediu o vigilante.

Segundo boletim de ocorrência, um aparelho celular e um drone foram levados durante o crime, mas apenas o drone foi anunciado pelo receptador por um preço incompatível.

A denúncia levou a polícia até Votorantim, onde três dos cinco envolvidos tiveram a prisão temporária decretada. Eles confessaram o crime e entregaram outros dois participantes, entre eles, um menor de idade.

Os três envolvidos foram autuados por tentativa de latrocínio, e outro envolvido, por crime de receptação. A ocorrência foi registrada na Delegacia de Salto de Pirapora.

Tentativa de latrocínio
O funcionário foi agredido na cabeça e sofreu traumatismo craniano. Funcionários da empresa sentiram a falta do vigilante quando perceberam que ele não havia feito intervalo para comer, às 2h.

O homem foi encontrado pelos funcionários caído e desacordado próximo ao carro da empresa. O cadeado e os fios de energia do local estavam danificados.

Foi prestado os primeiros socorros pela equipe de segurança do local. A vítima foi encaminhada em estado grave para a Santa Casa de Salto de Pirapora, onde entrou em estado de coma. Ele foi transferido para o Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS) e o caso segue em investigação.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »