27/11/2019 às 20h03min - Atualizada em 27/11/2019 às 20h03min

Estudantes de Várzea Paulista ganham medalha em Olimpíada de Astronomia

CEMEB Prefeito João Aprillanti conquistou uma medalha de prata e três de bronze; CEMEB Erich Becker recebeu uma medalha de bronze

Assessoria de Imprensa

O CEMEB (Centro Municipal de Educação Básica) Prefeito João Aprillanti realizou a cerimônia de entrega de medalhas a quatro estudantes da unidade premiados na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OAB) nesta terça-feira (26).

Participaram da competição mais de 880 mil alunos de escolas públicas e privadas em todo o Brasil. Entre as quase duas mil cidades selecionadas está Várzea Paulista, que conquistou três medalhas de bronze e uma de prata no CEMEB João Aprillanti, e mais uma de bronze no CEMEB Erich Becker.

O vice-prefeito e gestor da Unidade Gestora de Educação, Rodolfo Braga, esteve presente na cerimônia e parabenizou os alunos premiados. “Isto é um orgulho para a educação da cidade”, celebrou. Ele também destacou o ótimo resultado educacional da escola. “O índice alcançado pela João Aprillanti foi de 7,4 na última avaliação do IDEB (Índice de Educação Básica). Isso significa um índice muito alto, porque a maior nota constada no estado de São Paulo foi de 8 pontos”, considerou.
 

No CEMEB João Aprillanti, o aluno ganhador da medalha de prata foi Leonardo Teixeira Raveli e os estudantes que conquistaram medalha de bronze foram: Leonardo Praxedes Fonte, Thayná de Souza Santos e Brayan William Silva Moura. Já no CEMEB Erich Becker, Matheus Martiniano Silva foi quem ganhou medalha de bronze.

Como funciona

A OBA é aplicada desde o 1º ano do Ensino Fundamental até o 3º ano do Ensino Médio, em escolas públicas e privadas, basta a unidade escolar se inscrever no programa. Do 1º ao 5º ano, que são as etapas fornecidas pela Rede Municipal de Ensino, atua-se com a iniciação e alfabetização científica dos alunos, ou seja, incentiva-se a pesquisa para despertar a curiosidade do estudante sobre a área. Desta forma, os docentes trabalham o conteúdo relacionado ao universo, astros, planetas, aviões, foguetes, satélites e astronautas em um cronograma de um mês e meio que também abrange tarefas práticas, com exposição dos projetos de cada sala. Todos os alunos e professores envolvidos recebem certificado de participação.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »