13/06/2020 às 15h32min - Atualizada em 13/06/2020 às 15h32min

Atos pelo país miram Congresso, hospitais, polícia e governo Bolsonaro.

uol
Atos em diferentes cidades do país refletiram o acirramento das posições políticas e a crise provocada pela pandemia do novo coronavírus. Em Brasília, o governo do Distrito Federal desmontou na manhã de hoje um acampamento de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) localizado na região da Esplanada dos Ministérios.
A medida levou a ativista do movimento 300 do Brasil, Sara Winter, a pedir uma "reação" do próprio presidente da República. À tarde, liderados pela ativista, um grupo de 20 pessoas rompeu a área cercada no entorno do Congresso Nacional e invadiu a laje do prédio e a Polícia Legislativa foi acionada para remover o grupo do local. A região central de Brasília também foi palco na manhã de hoje de um protesto contrário ao governo Bolsonaro, em número visivelmente menor que o registrado no último final de semana. A Polícia Militar do DF não divulgou uma estimativa do número de participantes. Covid-19 e violência policial Em São Paulo, um ato lembrou as mortes provocadas pela pandemia
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »